O golpista pode assumir a rede da pessoa ou criar uma conta com os dados da pessoa. Com isso ela passa a realizar diversas ações, como pedir dinheiro ou tentar vender bens que não existem.